spot_img

Multas de festas clandestinas são revertidas em benefícios sociais

Rio Brilhante vem dando um exemplo em relação ao destino dados para as multas aplicadas para quem for flagrado desrespeitando o toque de recolher e o distanciamento social durante a pandemia de Coronavírus. As multas estão sendo convertidas para atender entidades assistências e hospitais da cidade.

Mesmo com números crescentes e alarmantes de novos casos e mortes por Covid-19, as festas clandestinas continuam acontecendo em Rio Brilhante e quando estes eventos são flagrados pela Vigilância Sanitária local, o valor pecuniário das multas vai parar em obras assistenciais.

Recentemente, a equipe da Vigilância Sanitária recebeu uma denúncia de um evento após as 22h e constatou mais de 15 pessoas no local. O responsável foi autuado e teve a pena educativa convertida na doação de 25 cobertores, que foram destinados ao Hospital e Maternidade de Rio Brilhante, que consequentemente devido à pandemia, está atendendo uma demanda alta de pacientes suspeitos e positivos para a Covid-19. O responsável pelo evento também firmou o compromisso de ajudar o hospital.

De acordo com a assessoria da prefeitura de Rio Brilhante, a fiscalização será reforçadas para evitar aglomerações e o aumento de contaminação pelo COVID 19, onde 37 pessoas já morreram desde o início da pandemia e 3147 casos da doença foram confirmados.

VEJA TAMBEM

MAIS LIDAS